facebook twitter rss youtube

Notícias

FENAG na posse do novo Presidente da Caixa

FENAG na posse do novo Presidente da Caixa

A FENAG, representada pelo seu Presidente, Mairton Neves, e o Presidente da AGECEF/DF João Marcos, participaram nesta segunda-feira (07), da posse do novo Presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, no Auditório da CAIXA Cultural, em Brasília.

A solenidade contou com a presença do ex-Presidente, Nelson Souza, do Ministro da Economia, Paulo Guedes, e do novo Presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Em seu discurso, o ex-presidente Nelson de Souza destacou a importância da Caixa como empresa pública, as conquistas da sua gestão e enfatizou o resultado histórico de 2018 que deverá ser superior a R$ 15 bilhões, o dobro do projetado para 2018. Afirmou que esse lucro é sinal claro da competência e dedicação dos empregados CAIXA e colocará a CAIXA como a segunda estatal mais lucrativa em 2018.

No seu discurso de posse, Pedro Guimarães falou da sua família, da felicidade de fazer parte da família CAIXA e se emocionou ao falar do pai já falecido. Também falou sobre o seu compromisso de quatro anos à frente da CAIXA.

Segundo o Presidente, a Caixa tem uma dívida com o governo federal de R$ 40 bilhões na forma de Instrumento Híbrido de Capital e Dívida (IHCD). Essa é uma dívida que não tem prazo e segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, deve retornar ao Tesouro Nacional, nos próximos quatro anos. Esse seria o principal objetivo do novo Presidente durante a sua gestão na Caixa e, para isso, obteve “carta branca” do Ministro da Economia de “zero” interferência política, mas que a conta seria cobrada.

Dentre as medidas anunciadas pelo Presidente, visando atingir o objetivo acima, destacam-se a abertura de capital das operações de Cartões da Caixa, Operações de Seguros, Asset Management (gestão de ativos) e Loterias; redução e controle de custos; meritocracia; direcionamento de crédito para pequenas e médias empresas, desenvolvimento de um ambicioso programa de microcrédito (30 milhões de tomadores, na sua gestão); monetização de ativos (securitização de ativos Imobiliária para fazer funding – R$ 100 bi em 4 anos); ampliação de operações de infraestrutura e cartão Consignado, cujo objetivo é atingir 20 milhões de cartões, em 4 anos.

O presidente empossado também falou sobre seus planos de visitar os 27 estados, com assessores (sem a presença de VP e Diretores), para dialogar com a rede e os clientes da CAIXA.

Com relação à Governança Corporativa, destacou o plano de treinar 6.000 empregados da CAIXA em curso do TCU, em todo o Brasil.

Segundo ele, a CAIXA deverá promover uma reunião nos moldes da Seleção CAIXA, no final de março vindouro.

Com relação ao tema privatização, Pedro Guimarães foi enfático ao afirmar que a CAIXA não será privatizada.

A FENAG aguarda o desdobramento das mudanças e medidas anunciadas e entende os desafios do novo governo, o nível de concorrência no setor bancário, inclusive de tecnologia e sempre se posicionou como parceira da Caixa e de todas as gestões que por ela passaram e passarão com a intenção de contribuir sempre, sinalizando pontos de melhoria nas diversas áreas de atuação, no desenvolvimento e na qualidade de vida dos Gestores em todo o Brasil, contudo, não abre mão da defesa dos interesses dos associados e da defesa da Caixa, como empresa pública, de forma institucional.

Por fim, parabenizamos o ex-Presidente Nelson Souza, funcionário de carreira da CAIXA, pela competência e eficácia na condução da Empresa nos últimos nove meses e desejamos boas-vindas e sucesso ao Presidente Pedro Guimarães.

FENAG – Federação Nacional das Associações de Gestores da CAIXA


FENAG na posse do novo Presidente da Caixa


Cadastre-se e fique por dentro de
todas as notícias da FENAG.

Integração - Mail2Easy PRO




(61) 3223 0240
contato@fenag.org.br

SRTV/SUL Edifício Palácio do Rádio II
Bloco II - Sala 422 - Brasília - DF
70340-902

facebook  twitter  rss